POSTADO EM
20
.
07
.
2020
|
Práticas Integrativas

Atualmente, tudo passou a ser “quântico”, mas não é bem assim! Na verdade, o universo e o ser humano são mesmo quânticos. Vamos levantar neste livro as explicações dentro da lógica e da coerência, com comprovação científica das teorias aplicadas, e discutir sobre como é possível utilizar essas teorias para explicar a radiestesia. 

Então, na visão das teorias quânticas modernas, que vêm sendo comprovadas como absolutamente verdadeiras, a radiestesia é uma técnica utilizada para avaliar um campo de energia onde estão as informações desejadas. É uma forma de leitura das informações sutis. E, no caso do ser humano, que também é um sistema de energia e tem um campo vibracional próprio com informação, os instrumentos radiestésicos auxiliam de forma clara e definida essa leitura, ou percepção da informação que está no campo.

O ser humano é bastante limitado para perceber todas as vibrações que estão à sua volta e permeando seu corpo, inclusive as radiações ionizantes e não ionizantes. 

O espectro eletromagnético é a distribuição das ondas eletromagnéticas, visíveis e não visíveis, de acordo com a frequência e o comprimento de onda característico de cada radiação. Os raios X são ondas eletromagnéticas de alta frequência que podem atravessar os tecidos do corpo humano; enquanto os raios Gama são de altíssima frequência, resultantes de transições nucleares, por isso são utilizados nas radioterapias, para “cauterizar” as células tumorais. Nenhuma dessas ondas são visíveis ou percebidas pelo ser humano.

Em função da constatação de que o ser humano não consegue perceber facilmente a energia que está em sua volta e dentro dele, a radiestesia vem para ajudar. A possibilidade de avaliar a energia sutil disponível no campo de energia à nossa volta é inestimável! Através das avaliações radiestésicas, pode-se perceber as informações importantes que permeiam esse campo de energia sutil, que é chamado de biocampo, quando estamos direcionados para um indivíduo em particular.

Mas preste atenção na nuvem do Google Drive, ou do Dropbox, ou iCloud, da Apple. São campos de energia com informação, cujo acesso requer um link, ou seja, um endereço. O que acontece na nossa realidade é semelhante ao acesso a essas nuvens de informação. 

Os campos não são palpáveis, ou visíveis, ou evidenciados em si mesmos. Somente é possível observar os efeitos criados a partir das informações que estão no campo. Por exemplo, não se pode observar o próprio campo gravitacional, mas, ao visualizar um objeto caindo no chão, estamos vendo o efeito do campo gravitacional. O mesmo acontece com o campo eletromagnético; apesar de não ser visível, pode-se sentir a emissão da força elétrica e magnética. Também no núcleo do átomo há os campos nucleares forte e fraco, cujo efeito é a atração e repulsão entre partículas e subpartículas extremamente próximas entre si (LASZLO, 2012).

É nesse momento de entendimento do campo de energia, onde está toda a informação, que a radiestesia servirá de apoio. Usada como ferramenta de avaliação desse campo, a radiestesia pode dar respostas que conduzam a pessoa avaliada ao bem maior. Para isso, foram desenvolvidos instrumentos como o Holotester, que funciona como um prolongamento da capacidade inerente do ser humano de aprender e de captar as informações, filtrando de acordo com cada situação já instituída.

O livro faz parte de um kit, composto de uma régua de Bovis, 01 lâmina de alterações possíveis, o instrumento Holotester, 05 lâminas com os florais de ação quântica e 01 lâmina com os produtos da Catalmedic, que são complementos alimentares com vibração. Está disponível nos sites: www.quantique.com.br e no www.rosangelaarnt.com.br.

Trecho do livro “Avaliação do Biocampo através do Holotester”, publicado com autorização dos autores, Rosangela Arnt e Ricardo Monteiro Filho. Se compartilhar, sempre cite a fonte.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião da EID.
Rosangela Arnt

Formada em Medicina (exerceu por 37 anos); Especialista em: Nutrologia, Práticas Ortomoleculares; doutorado na IQUIM-Hawaii, EUA; cursando o programa de PhD em Medicina Integrativa Quântica. Palestrante e autora internacional. Consultora científica nas áreas: saúde quântica e nutracêuticos. Idealizadora de cursos de extensão e pós-graduação.

Ricardo Monteiro

Osteopata e Terapeuta holistico. Trabalha com diferentes terapias que atuam no campo energético, tais como reiki e radiestesista. Palestrante e autor.

compartilhe